Plantio e colheita de cana de açúcar para o Plano Integrado

Plano Integrado 2020/2021 – É hora de planejar sua safra!

Traga seus documentos de 11 de fevereiro a 20 de março.

31/01/2020 09:50

De 11 de fevereiro a 20 de março, a Canaoeste se mobilizará para elaborar o Plano Integrado da safra 2020/2021 dos Associados para atender as exigências legais e governamentais, que abrangem:

                1 – PEQ –Plano de Eliminação de Queima/Declaração de não-queima;

                2 – Protocolo agroambientalEtanol Mais Verde;

                3 – PAM – Plano de Auxílio Mútuo de Prevenção e Combate à Incêndios;

                4 – Monitoramento de incêndio 24h via satélite,

                5 – Elaboração do mapa de risco.

Base Legal:  Lei n. 10.547/2000, Portaria CFA nº 16, de 1º de setembro de 2017; Protocolo Etanol Mais Verde.

O fornecedor de cana deve respeitar as normas determinadas na legislação acima, compiladas basicamente em 14 critérios objetivos, para prevenir e combater incêndios e não ser autuado quando ocorrer.

A Canaoeste auxilia o fornecedor de cana que, através do Plano Integrado acima, demonstra que está cumprindo a norma para não ser autuado e, para facilitar a sua compreensão, fez uma cartilha explicativa baseada na Portaria da CFA nº 16, de 1º/09/2017 . Peça já a sua ou baixe clicando no link abaixo, ou no APP da Canaoeste!

Documentos – Plano Integrado 2020/2021

Para tanto, dirija-se à Canaoeste para que esta possa realizar o seu Plano Integrado da safra 2020/2021, atendendo, assim, as exigências legais e governamentais, bastando levar os documentos e comprovantes a seguir (apresentar a via original e o xerox):

  • CPF e RG (próprio e do cônjuge)
  • Comprovante de residência
  • endereço de e-mail (se tiver)
  • Cadesp (contém CNPJ e IE), matrícula(s) da(s) propriedade(s)
  • CCIR
  • ITR
  • Mapa da propriedade elaborado pela Canaoeste ou pela unidade industrial contendo talhões com variedade, área e corte.
  • Perímetro(s) da(s) propriedade(s) via e-mail, pen drive ou CD (nos formatos digitais: kml, shapefile, kmz, dwg). Se a Canaoeste elaborou seu(s) CAR(s), não precisa enviar o(s) arquivo(s)
  • Identificação dos veículos utilizados para combate a incêndio (caminhão bombeiro, caminhão tanque, trator com tanque acoplado, etc.), trazer documento e foto do veículo (se o veículo for monitorado via satélite, nos avise e traga o documento que comprove)
  • Identificação dos condutores dos veículos (RG, CPF, comprovante de endereço, carteira de trabalho, habilitação e telefone)
  • Programação das colheitas
  • Contatos disponíveis (telefones, etc.) próprios e das usinas que recebem sua cana-de-açúcar e dos demais proprietários rurais que normalmente auxiliam em eventuais incêndios
  • Telefones de contato diurno e noturno (ligaremos em caso de incêndio)

*Se esses documentos já foram entregues na safra 2019/2020 e não houve nenhuma alteração, não há necessidade de encaminhá-los novamente.

Trazendo todos os documentos acima, o associado aderindo ao Plano Integrado 2020/2021 terá a sua disposição todos esses serviços de uma só vez:

1–Plano de Eliminação de Queima/Declaração de não-queima

É obrigatória a realização do PEQ, pois a “declaração de não-queima” servirá de prova para eventuais discussões judiciais. Esta é, inclusive, uma orientação da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente.

2 – Protocolo agroambiental – Etanol Mais Verde

Adesão ao referido protocolo, demonstrando preocupação com a sustentabilidade de sua produção e atendendo às exigências governamentais, sendo reconhecido, ainda, como critério da prevenção e combate aos incêndios (1 ponto na Planilha da Polícia Ambiental).

3 – Plano de Auxílio Mútuo

Documento feito em conjunto com os demais associados da entidade, para tornar claras as ações de prevenção e combate à incêndios, tendo garantido, com isso, pontuação (3 pontos) na Planilha da Polícia Ambiental no momento da fiscalização.

Baixe o App da Canaoeste e participe do grupo de Whatsapp PAM da sua região. Neste grupo você pode compartilhar apenas os focos de incêndios avistados e organizar em conjunto com os demais associados a melhor forma de combate.

4 – Monitoramento de incêndio via satélite

Você faz parte da primeira associação no Brasil que oferece o monitoramento 24h via satélite da sua lavoura, uma tecnologia que detecta focos de incêndios em lavouras canavieiras próprias e também as próximas, inclusive com a direção do vento, garantindo, assim, mais pontuação na Planilha da Polícia Ambiental (1 ponto).

5 – Elaboração do mapa de risco

O mapa da propriedade rural deverá conter os pontos críticos históricos de incêndio, permitindo ao responsável pelo canavial estabelecer um cronograma para adoção de medidas cautelares contra incêndio a curto, médio e longo prazo. O mapeamento demonstra preocupação com o potencial risco incendiário que sua lavoura impõe aos bens ambientais e de outros, garantindo mais 1 Ponto na Planilha da Polícia Ambiental.

Importante!

O período para a entrega dos documentos é de 11/02/2020 a 20/03/2020.

Para mais informações, entre em contato com o escritório mais próximo ou na matriz. Acompanhe as novidades pela revista Canavieiros, aqui pelo site e também pelo APP Canaoeste!

O Plano Integrado 2020/2021 é parte integrante do Serviço – SOS Incêndios, que você pode conferir no link: https://www.canaoeste.com.br/servicos/sos-incendio/

A Equipe da Canaoeste está sempre pronta para recebê-lo(a)! Seja bem-vindo(a)!

Deixe seu comentário