boas praticas e certificaçoes

Programa de Boas Práticas e Certificações – Aprimorar talentos faz toda diferença!

27/05/2022 08:00

Após a contratação de um funcionário, existem alguns desafios em mantê-lo produtivo, engajado e atualizado. O treinamento é uma ferramenta importante que pode ajudar o patrão a superar estes desafios. O produtor rural como empregador deve estar atento ao Ministério do trabalho e conhecer as normas trabalhistas e suas atualizações.

A NR31 é uma norma que tem por objetivo garantir boas condições de trabalho, higiene e conforto para os trabalhadores, além de mantê-los motivados e atualizados. Um dos diversos assuntos abordados nesta norma são os treinamentos, considerados de extrema importância para o trabalhador rural. São eles o de prevenção de acidentes com agrotóxicos; de capacitação e operação de máquinas, autopropelidos e implementos e o de primeiros socorros.

O treinamento de prevenção a acidentes com agrotóxicos precisa ser realizado pelos trabalhadores que preparam, armazenam e transportam calda ou que a apliquem no campo. Esse tipo de capacitação deve ser realizado tanto por quem usa o equipamento costal, quanto por aquele que o faz através de pulverizador ou é responsável por lavar os EPIs utilizados no processo.

Segundo o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), um dos órgãos que ministram este treinamento, os trabalhadores que recebem esta instrução serão capazes de prevenir acidentes de intoxicação com agrotóxicos, com base nas determinações da Norma Regulamentadora 31. Os trabalhadores serão capazes de reconhecer os princípios legais de utilização dos produtos químicos e as medidas necessárias para utilizar de forma segura esses produtos. Também serão capazes de entender a importância da manipulação adequada dos químicos, além de conseguir compreender e encontrar informações importantes na bula e nos rótulos destes produtos.

É importante ressaltar que este treinamento só pode ser ministrado por pessoas competentes e devem ter carga-horária de 20 horas para iniciantes e 8 horas para reciclagem. Geralmente o treinamento é ministrado pelo SENAR, por técnicos e engenheiros de segurança, sindicato ou pelo fabricante do produto.

Continuando, nosso segundo tema é a capacitação de operação de máquinas, autopropelidos e implementos. Esse tipo de treinamento deve fazer parte da qualificação de funcionários contratados como operadores de máquinas agrícolas, responsáveis por conduzir tratores, autopropelidos, colhedoras, entre outros. Os colaboradores que possuem este treinamento são capazes de garantir uma operação segura destes equipamentos; têm instrução capaz de reduzir a probabilidade de ocorrência de acidentes e preservam sua saúde e sua integridade física. Ter este aprendizado oferece, em longo prazo, a redução de incidentes e acidentes envolvendo esses tipos de maquinários.

Este treinamento também é ministrado pelo SENAR, por técnico ou engenheiro de segurança, sindicato e profissionais habilitados (com supervisão) como, por exemplo, aqueles que fazem a entrega dos equipamentos. A carga-horária deve ter no mínimo 24 horas para iniciantes e para a reciclagem não há quantidades de horas exigidas, mas depende das necessidades do operador.

Sem dúvida, a segurança do trabalhador é primordial, e a NR31 exige obrigatoriedade na realização do treinamento de primeiros socorros. Toda propriedade deve ter um socorrista enquanto houver trabalhadores na propriedade, isso inclui os diferentes turnos. Os primeiros socorros são interferências rápidas que ocorrem logo após o acidente, que evitam que o problema se agrave até o momento que profissionais de saúde apareçam ou que o socorrido chegue ao hospital. Estes treinamentos são de suma importância para segurança do trabalhador e do empregador.

Falamos até aqui sobre os treinamentos de segurança que são considerados obrigatórios. Porém, os treinamentos vocacionais são muito importantes. Há muitos exemplos de como aprimorar a carreira dos funcionários; um gerente da fazenda pode aprender a trabalhar com software de gestão; um trabalhador rural pode aprender sobre regulagem de equipamentos; um tratorista pode aprender a pilotar novos equipamentos. Existem muitos cursos on-line e presenciais fornecidos pelo SENAR e por sindicatos. O produtor pode se informar por meio de sites e do sindicato da sua região e deve encorajar seus funcionários a realizarem treinamentos, colocando metas e inscrevendo seu pessoal em cursos vocacionais.

É certo que estimular os funcionários em seu desenvolvimento profissional com treinamentos é muito importante, e um plano de carreira viabiliza a aplicação dos treinamentos no dia a dia do funcionário. Quando existe um programa de melhorias de salários, de crescimento profissional, pautado em um plano de carreira, o trabalhador faz das melhorias diárias uma meta, desenvolve talentos escondidos e aprimora sua relação com os patrões.

A Canaoeste, por meio de seus serviços e departamentos, pode orientá-lo a obter treinamentos de segurança e vocacionais para os seus funcionários. Entre contato através do telefone (16) 3946-3316 e esclareça suas dúvidas. Até a próxima!

Letícia Guindalini MelloniEspecialista em Processos Agrícolas

Apoio:

Deixe seu comentário