Análise Datagro: Oferta de ATR deve ser maior no Centro-Sul na safra 2017/18

Voltar
11/01/2018

A safra 2017/18 de cana-de-açúcar na Região Centro-Sul, que se encerra em 31 de março deste ano, deve apresentar uma maior oferta de Açúcar Totais Recuperáveis (ATR). Segundo estimativa feita pela Datagro Consultoria, a oferta de ATR deverá atingir 81,591 milhões de toneladas, ante 80,769 milhões registradas na temporada 2016/17.

Na avaliação da consultoria, a performance relativamente positiva dos canaviais do Centro-Sul em 2017/18 aconteceu devido ao clima favorável e ao desenvolvimento das lavouras durante o segundo semestre de 2016 e verão de 2016/17.

O mix de produção que a Datagro previa deveria começar a safra mais açucareiro, e ao longo da moagem deveria gradualmente migrar na direção do etanol fez exatamente isso. No entanto, a virada de chave na direção do etanol a partir de agosto de 2017 foi em intensidade maior do que o inicialmente previsto, o que fez com que a consultoria aumentasse o mix acumulado de safra para o etanol, partindo de 52,6% em abril, para 53,6% em 2017.

Com isso, a estimativa de produção de açúcar, que era inicialmente de 36,8 milhões de toneladas, passou para 36,1 milhões. Até o último dia 16 de dezembro, a produção acumulada já havia atingindo 35,586 milhões de tons.

Por outro lado, a produção de etanol que antes era estimada em 25,37 bilhões de litros, foi elevada, em dezembro, para 26,047 bilhões de litros e ao desenvolvimento das lavouras durante o segundo semestre de 2016 e verão de 2016/17.

Fonte: Datagro

COMENTÁRIOS

0 comentários postados

Análise Datagro: Oferta de ATR deve ser maior no Centro-Sul na safra 2017/18

11/01/2018

A safra 2017/18 de cana-de-açúcar na Região Centro-Sul, que se encerra em 31 de março deste ano, deve apresentar uma maior oferta de Açúcar Totais Recuperáveis (ATR). Segundo estimativa feita pela Datagro Consultoria, a oferta de ATR deverá atingir 81,591 milhões de toneladas, ante 80,769 milhões registradas na temporada 2016/17.

Na avaliação da consultoria, a performance relativamente positiva dos canaviais do Centro-Sul em 2017/18 aconteceu devido ao clima favorável e ao desenvolvimento das lavouras durante o segundo semestre de 2016 e verão de 2016/17.

O mix de produção que a Datagro previa deveria começar a safra mais açucareiro, e ao longo da moagem deveria gradualmente migrar na direção do etanol fez exatamente isso. No entanto, a virada de chave na direção do etanol a partir de agosto de 2017 foi em intensidade maior do que o inicialmente previsto, o que fez com que a consultoria aumentasse o mix acumulado de safra para o etanol, partindo de 52,6% em abril, para 53,6% em 2017.

Com isso, a estimativa de produção de açúcar, que era inicialmente de 36,8 milhões de toneladas, passou para 36,1 milhões. Até o último dia 16 de dezembro, a produção acumulada já havia atingindo 35,586 milhões de tons.

Por outro lado, a produção de etanol que antes era estimada em 25,37 bilhões de litros, foi elevada, em dezembro, para 26,047 bilhões de litros e ao desenvolvimento das lavouras durante o segundo semestre de 2016 e verão de 2016/17.